MENSAGEM DE NATAL
23 de dezembro de 2018

MENSAGEM DE NATAL

Queridíssimos irmãos de nossa amada Comunidade da União de Famílias no Brasil!

Em poucos dias celebraremos o Natal! Nossos corações já ardem em amor pelo Menino que vem!

A esperança, aquela que não angustia, nos leva a confiar que o Deus Menino virá para nos restaurar, restaurar a nossa vida, as nossas relações, a nossa Comunidade e especialmente as nossas famílias.

Em dezembro de 1965, depois de catorze anos de exílio em Milwaukee – EUA, o P. Kentenich encontrou-se, em Roma, em uma audiência com o Papa Paulo VI e de lá retornou definitivamente para sua casa, em Schoenstatt.

Neste contexto escreveu a toda a Família de Schoenstatt a “Carta de Natal de 13 de dezembro de 1965”. Nosso Pai iniciou a carta dizendo: “Minha querida Família de Schoenstatt! Mais do que em outros tempos, a festa de Natal que se aproxima leva-nos a lançar um olhar retrospectivo aos anos passados.

Ao ler a introdução desta carta, foi impossível não trazermos esta reflexão para o que vivenciamos em 2018.

Poderíamos parafrasear dizendo: “Queridos irmãos da União de Famílias no Brasil! Mais do que em outros tempos, a festa de Natal que se aproxima leva-nos a lançar um olhar retrospectivo aos anos passados.”

Como podemos dizer que não foi um ano especial quando celebramos os 25 anos da União Apostólica de Famílias no Brasil no III Encontro Territorial, em Atibaia-SP. Infinitas foram as vivências para todas as famílias, inclusive as que não puderam estar presentes. Quando paramos para refletir o que tudo isso representou e o impacto que vai trazer ao futuro de nossa Comunidade, constatamos o grande e vigoroso atuar da Mãe de Deus. E isto é o maior presente que poderíamos receber.

Nesta mesma carta escrita às vésperas do Natal de 1965, nosso Pai nos ensina a agradecer. Ele o fez através da oração que, com certeza, expressa o nosso sentimento neste tempo!

Obrigado por tudo, Mãe,
por tudo, de coração, eu te agradeço
e quero unir-me profundamente a ti com íntimo amor.
O que teria sido de nós, sem ti,
sem o teu cuidado maternal!

Obrigado, porque nos salvaste de grandes dificuldades.
Obrigado, porque com amor fiel nos cativaste.
Eternamente reconhecido, quero agradecer-te
e consagrar-me a ti com amor indiviso.

 

Quanta gratidão toma os nossos corações à nossa Querida e Amadíssima Mãe!

Convidamos a todas as famílias a viver este momento de espera do Menino Jesus inundados por este espírito de gratidão! Que saibamos celebrar agradecendo por nosso cônjuge, por nossos filhos, pelos nossos irmãos de curso, pelos nossos formadores e dirigentes, por nossas queridas Irmãs colaboradoras, por nosso querido Pe. Ottomar que nos deixou, mas que com certeza intercede por nós lá do céu. Enfim, por todos os que contribuíram para o crescimento e fortalecimento de nossa amada União.

Para que a chegada do Menino Jesus seja verdadeiramente vivenciada precisamos nos preparar interiormente buscando fazer uma boa confissão além de ricas contribuições ao Capital de Graças. Prepare também as vossas casas! Decore com uma singela e alegre árvore de Natal e, principalmente monte o presépio para que na “Noite Santa” possam, em família, deixar nascer o Menino Jesus em sua humilde gruta, acolhido por São José e a Virgem Maria, ao som de sininhos, muita música e festa!

Fortalecidos pelo amor de Deus, num espírito de confiança vitoriosa, que venha 2019! Que neste novo ano, pela interseção de nosso Pai e Fundador, nossa Mãe possa nos ajudar a caminhar ainda mais na direção da conquista de nosso ideal de tornar-nos Famílias Santas do Pai, Tabor para o mundo!

Desejamos a todos um feliz e abençoado Natal e que 2019 seja um ano que possa nos impulsionar a um crescimento marcante para nossas vidas!!

Não nos esqueçamos: A União sou eu, com o terço nas mãos! Ser da União é a melhor coisa do mundo!

Com amor e gratidão

Seus

Gines e Bernardete Ponce